Pontos para um propósito

Todos nós sabemos o que fazer - a semana final chega, você tem uma tonelada de pontos extras de refeição e você vai direto para a C-store para estocar alguns cereais desnecessários, batatas fritas e outros lanches que inevitavelmente irão desperdiçar em seu dormitório durante todo o feriado … Ou ano. Ou, pior ainda, você se esquece de usar seus pontos e eles se perdem para sempre. Em vez de desperdiçar seus pontos, doe-os! Isto é a época de dar, afinal.

Entre agora e 13 de dezembro, doe seus pontos de refeição restantes ou engula dinheiro e ajude a colocar comida na mesa para muitas famílias menos afortunadas nesta temporada de férias como parte da nova iniciativa Points For A Purpose da Campus Kitchens. Campus Kitchens é uma organização do Noroeste que usa os recursos existentes para atender à fome e às necessidades nutricionais da comunidade, recuperando alimentos dos refeitórios, embalando-os e entregando-os aos residentes locais que não têm a capacidade de se alimentar ou de suas famílias. Eles fizeram uma parceria com a NUCuisine para tornar esse programa de doações possível.

Como fazer isso:

Basta dizer ao caixa da loja NUCuisine mais próxima quantos pontos você gostaria de doar.

Tão fácil!

A postagem Points For A Purpose apareceu pela primeira vez na Spoon University.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando, e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O áspero mentol para limpar o nariz irá diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta preta, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois essas folhas são projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de colocar uma folha de louro no meu molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha o gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama cheia de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e você provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando, e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O duro mentol para limpar o nariz vai diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta-do-reino, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois essas folhas são projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de adicionar uma folha de louro ao molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando, e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O duro mentol para limpar o nariz vai diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta preta, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois essas folhas são projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de colocar uma folha de louro no meu molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O áspero mentol para limpar o nariz irá diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta-do-reino, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois essas folhas são projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de colocar uma folha de louro no meu molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha o gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e você provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando, e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O duro mentol para limpar o nariz vai diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta-do-reino, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois são folhas projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que, mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de colocar uma folha de louro no meu molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O duro mentol para limpar o nariz vai diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta-do-reino, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois são folhas projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que, mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de adicionar uma folha de louro ao molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e você provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando, e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O duro mentol para limpar o nariz vai diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta preta, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois são folhas projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que, mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de colocar uma folha de louro no meu molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama cheia de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e você provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O duro mentol para limpar o nariz vai diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta-do-reino, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois essas folhas são projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de colocar uma folha de louro no meu molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha o gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor de eucalipto decididamente mais potente que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre usando fresco, a menos que você saiba no que está se metendo. *

Edit: * ou a menos que você saiba que está obtendo louro real da baía do Mediterrâneo, não a baía da Califórnia.

Longa história curta? Sim, você deve usar folhas de louro. Não, as folhas de louro frescas não podem ser substituídas por secas. Sim, você deve armazená-los no congelador e, finalmente, sim, posso lhe contar minha receita favorita de louro: é este Jerk Chicken, onde o frango é cozido em uma cama de folhas de louro fumegantes.


O que é o ponto das folhas de louro? | Pergunte ao Food Lab

Esta é uma maneira fácil de ver o que folhas de louro realmente gosto de: jogue um par em uma panela de água e deixe ferver. Prove depois de cinco minutos e você provavelmente terá uma boa dose de mentol e eucalipto (pense: VapoRub de Vick). Essa é a química eugenol você está cheirando e é o maior constituinte do arsenal de mais de 50 compostos do sabor da folha de louro.

Deixe-os ferver por mais tempo como fariam em um ensopado - digamos, uma hora ou mais - e você notará que o sabor e o aroma mudarão. O duro mentol para limpar o nariz vai diminuir, enquanto aromas mais complexos, semelhantes aos do chá, começarão a aparecer. Esses são os sabores que você deseja adicionar às suas sopas, ensopados e molhos.

É compreensível que você pense que são opcionais. A folha de louro, por sua própria natureza, fica em segundo plano em relação a outros sabores mais proeminentes. Mas assim como uma moagem de pimenta-do-reino, algumas anchovas salteadas ou um alho-poró amolecido podem não ser imediatamente reconhecíveis em um guisado, eles adicionam uma camada de música de fundo sutil para as estrelas de seu prato tocarem.

Seco ou fresco?

Muitas ervas são quase inúteis em seu estado seco. Aqueles potinhos de salsa, manjericão ou coentro? Deixe-os na prateleira. Ervas com folhas tenras têm compostos de sabor altamente voláteis que se dissipam rapidamente. Tudo o que você ganha usando-os em sua forma seca é uma textura empoeirada.

Mas outras ervas parecem funcionar bem quando secas. Orégano, alecrim, manjerona e, sim, folhas de louro. Tem a ver com seu clima crescente. Ervas de clima quente que crescem em climas áridos tendem a ter compostos aromáticos que são muito menos voláteis (faz sentido, pois são folhas projetadas para tentar reter o máximo de umidade possível), o que significa que mesmo após a secagem, elas retêm uma quantidade decente quantidade de sabor. As ervas recém-secas permanecerão saborosas por até alguns meses se forem armazenadas em um local fresco e seco.

Quer manter o sabor das folhas de louro por mais tempo? Guarde-os no freezer e eles vão durar por anos. Isso é ótimo saber se você está procurando economizar algum dinheiro e comprar a granel.

Há outra consideração muito importante ao escolher folhas de louro frescas ou secas.

Tenho o hábito de adicionar uma folha de louro ao molho bechamel e uma vez cometi o erro de jogar uma folha de louro fresca ali. Eu imaginei, mais fresco é melhor, certo? Acabei com um molho que tinha o gosto de um frasco de remédio para resfriado. O que da?

Acontece que, neste país, as folhas de louro secas são importadas (geralmente da Turquia) e as folhas de louro frescas vêm da Califórnia, quase que universalmente. E, de fato, os dois tipos de folhas de louro nem mesmo estão diretamente relacionados. As folhas frescas da baía da Califórnia vêm de uma árvore que tem um sabor decididamente mais potente de eucalipto, que pode facilmente dominar um prato se você não tomar cuidado, enquanto a baía turca é muito mais suave e cheia de nuances. Na verdade, as folhas de louro são o único caso em que eu advogaria contra sempre using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


What's the Point of Bay Leaves? | Ask The Food Lab

Here's an easy way to see what bay leaves realmente taste like: throw a couple in a pot of water and let it simmer. Taste it after five minutes and you'll probably get a good hit of menthol and eucalyptus (think: Vick's VapoRub). That's the chemical eugenol you're smelling, and it's the biggest constituent in the bay leaf's flavor arsenal of more than 50 compounds.

Let them simmer for longer as they would in a stew—say, an hour or so—and you'll notice that the flavor and aroma will change. The harsh nose-clearing menthol will taper down, while more complex tea-like aromas will start to come forward. Those are the flavors you're looking to add to your soups, stews, and sauces.

It's understandable why you may think they're optional. Bay leaf, by its very nature, plays second fiddle to other, more prominent flavors. But just as a grind of black pepper, some sautéed anchovies, or a softened leek might not be instantly recognizable in a stew, they add a layer of subtle background music for the stars of your dish to play over.

Dry or Fresh?

Many herbs are close to useless in their dried state. Those little jars of parsley, basil, or cilantro? Leave them on the shelf. Tender, leafy herbs have highly volatile flavor compounds that dissipate rapidly. All you gain by using them in their dried form is a dusty texture.

But other herbs seem to do just fine when dried. Oregano, rosemary, marjoram, and, yes, bay leaves. It has to do with their growing climate. Hot weather herbs that grow in arid climates tend to have aromatic compounds that are far less volatile (it makes sense, as these are leaves designed to try and retain as much moisture as possible), which means that even after drying, they retain a decent amount of flavor. Freshly dried herbs will remain flavorful for up to a couple of months if they're stored in a cool, dry place.

Want to keep your bay leaves flavorful even longer? Store them in the freezer and they'll last for anos. This is great to know if you're looking to save some money and buy in bulk.

There's another very important consideration when choosing fresh versus dried bay leaves.

I'm in the habit adding a bay leaf to my béchamel sauce and once made the mistake of throwing a fresh bay leaf in there. I figured, fresher is better, right? I ended up with a sauce that tasted like I'd tipped a bottle of cold medicine into it. O que da?

Turns out that in this country, dried bay leaves are imported (generally from Turkey) and fresh bay leaves come from California, almost universally. And in fact, the two types of bay leaves are not even directly related. Fresh California bay leaves come from a tree that has a decidedly more potent eucalyptus flavor that can easily dominate a dish if you're not careful, while Turkish bay is much milder and more nuanced. In fact, bay leaves are the one case where I'd advocate against ever using fresh, unless you know what you're getting into.*

Edit: *or unless you know that you're getting real mediterranean bay laurel, not California bay.

Long story short? Yes, you should use bay leaves. No, fresh bay leaves cannot be substituted for dry. Yes, you should store them in the freezer, and finally, yes, I can tell you my favorite bay leaf-forward recipe: it's this Jerk Chicken, where the chicken gets cooked on a full-on bed of smoking bay leaves.


Assista o vídeo: Michał Masłowski: Przyjechaliśmy po 3 punkty. Cel zrealizowaliśmy (Outubro 2021).