Receitas de coquetéis, destilados e bares locais

7 maneiras de sobreviver ao #Limepocalypse

7 maneiras de sobreviver ao #Limepocalypse

A escassez de cal causou uma grande sacudida.

Bares e bebedores têm enfrentado um problema inesperado nas últimas semanas.

Afetou Gimlets e Margaritas igualmente. Seu nome: o calpocalipse, como chamamos a atual escassez de cal aqui no Liquor.com HQ.

A escassez de cal causou uma grande sacudida. Muitos bares e supermercados não estão mais vendendo limão, e o custo da fruta em alguns pontos de venda disparou para mais de um dólar cada, tornando muitas bebidas simplesmente antieconômicas.

Felizmente, o limão não é o único cítrico que fica bem em uma bebida. Não nos esqueçamos conforme os gritos famintos de limão ficam mais altos: muitos coquetéis clássicos usam suco de limão ou laranja.

Mesmo durante os tempos mais escuros do limão, ainda há um raio de sol cítrico.

Esta história foi publicada originalmente em Liquor.com. Para mais histórias como esta, junte-se Liquor.com e beba melhor. Além disso, por um tempo limitado, obtenha Como fazer um coquetel em 2014, um livro de receitas de coquetéis - grátis!


Resident Evil Village: 8 dicas assassinas para ajudá-lo a sobreviver ao terror

Resident Evil Village bombardeia você com monstros assustadores, ambientes extensos e muitos mecanismos que não são totalmente explicados. Para facilitar a você a mais recente obra-prima de survival horror da Capcom, estamos compartilhando alguns insights que vimos de horas (e horas) de jogo. Ainda é cedo em nossa jornada pela estranha vila de RE8, mas há muitas pequenas informações que você realmente deseja saber.

RE8 despeja o protagonista do grande jogo anterior em uma misteriosa vila do Leste Europeu. Não demorará muito para que você esteja sendo cercado por lobisomens, monstros morcegos voadores e um bando inteiro de chefes monstruosos cacarejantes insanos. Seu salvador anterior Chris Redfield e seus amigos do exército se voltaram contra você, matando sua esposa e sequestrando seu filho & # 8212 e agora Ethan enfrentará qualquer dificuldade para recuperá-los. Há muitas dificuldades nas primeiras horas de RE8. Aqui estão algumas dicas para tornar a vida (ligeiramente) mais fácil.

Mais guias de Resident Evil Village:

# 1. Atire em monstros nos lugares certos

Monstros são mais rápidos e mortais em RE8, então, se você quiser uma chance melhor de sobreviver & # 8212 e receber menos danos & # 8212, você & # 8217deverá mirar nos pontos certos. Atirar em monstros nas pernas os fará cair, naturalmente. Atirar na cabeça deles causa mais danos e aumenta suas chances de cambalear. E atirar em seus braços pode fazer com que eles derrubem qualquer arma que estejam segurando. As armas são as armas mais mortais que os inimigos usam em combate corpo a corpo. Suas mordidas não são tão assustadoras e não têm um alcance tão longo. Se você quiser tornar a luta mais segura, comece atirando em monstros bem no braço da arma.

Mais tarde, você encontrará inimigos atirando flechas em você ou até mesmo jogando coisas. Você pode usar sua faca para golpear habilmente projéteis voadores do céu & # 8212, assim como em RE4! Mas provavelmente é melhor simplesmente atirar nas mãos deles antes mesmo que eles possam atacar.

  • NOTA: E não se esqueça de que você pode executar um Quick-Turn. Pressione [Voltar + Círculo / B] para executar rapidamente uma volta de 180 graus. Muito útil em quase todas as situações. Fuja de um inimigo e gire para ter o máximo de tempo possível para reagir. É um dos movimentos mais úteis do jogo, e os tutoriais nem mesmo o explicam!

# 2. O castelo está cheio de itens escondidos

RE8 tem um novo recurso útil que permite que você destrua caixas pressionando [Cross / A]. Isso economiza tempo, mas você ainda vai querer manter a faca à mão. O Castelo Dimitrescu e outras áreas do mapa estão repletos de itens de bônus. Olhe atrás de vitrines de vidro ou quebre vasos menores que não tenham avisos. Há muitos itens que você pode encontrar destruindo tudo no ambiente! Algumas áreas podem até ser destruídas com explosivos. Mantenha suas mãos em Pipe Bombs para explodir paredes.

# 3. Não venda todos os objetos de valor imediatamente!

Valores são uma classe especial de item que você pode vender ao comerciante com grandes pagamentos. Coletar objetos de valor & # 8212 e completar caças ao tesouro & # 8212 é a melhor maneira de conseguir o dinheiro que você precisa para atualizações úteis. Nem todos os objetos de valor são criados iguais. Itens como Crystallized Skulls podem ser vendidos instantaneamente, mas certos itens aumentam de valor se você combiná-los. Antes de vender itens, verifique seu inventário com [Triângulo / Y] e vá para a lista de Tesouros. Se um valioso disser [Combinável], isso significa que você pode combiná-lo com outro tesouro. Isso sempre faz com que o tesouro valha mais do que os dois objetos de valor combinados, e muitas vezes por uma quantia muito significativa. Sempre se apegue a esses tesouros o maior tempo possível para combiná-los e obter uma grande recompensa.

# 4. Seus próprios explosivos não prejudicam você

Aqui está uma lição para qualquer um que jogou RE4 já sabe. Explosivos em RE8 não machuque você. Você pode jogar uma mina diretamente a seus pés. O máximo que você obterá é um pequeno revés, mas não receberá danos. Apenas os inimigos são danificados por qualquer uma de suas armas explosivas. Pipe Bombs vai te cutucar, mas eles vão explodir os inimigos em pedaços. Se você estiver sendo perseguido por uma gangue de inimigos em um corredor estreito, não tenha medo de apenas plantar uma mina ou jogar uma bomba de cano. Mesmo se você estiver facilmente no raio da explosão, você ficará bem. Demora algum tempo para se acostumar com & # 8212, nenhum outro FPS funciona assim. Normalmente, atirar uma granada a seus pés é muito ruim em Chamada à ação. No RE8, seguimos regras diferentes.

# 5. O mapa é quase muito útil

Seu mapa é uma ferramenta incrivelmente poderosa para encontrar itens. As áreas marcadas em vermelho são & # 8216incompletas & # 8217 & # 8212 você não & # 8217não encontrou tudo em uma sala. Se uma sala estiver marcada em azul, você sabe que não há mais nada para encontrar lá. O mapa também marca salas que exigem tipos específicos de chaves, tornando muito mais fácil voltar para salas cheias de tesouros em potencial que você poderia pular de outra forma. O retrocesso é uma ferramenta poderosa, e assim que você colocar as mãos em mais itens importantes, você vai querer retornar às áreas anteriores para uma segunda vez. Alguns dos melhores tesouros do jogo estão trancados em áreas para as quais você normalmente não retorna!

# 6. Lembre-se de locais ao ar livre e janelas abertas

Lady Dimitrescu emprega um trio de filhas assassinas que o perseguem pelo castelo. Essas senhoras infestadas de insetos não podem ser feridas com balas, então não há absolutamente nenhuma razão para lutar contra elas. Apenas corra quando eles aparecerem & # 8212 e, especialmente, anote os quartos do castelo que estão expostos do lado de fora. O Pátio e a sala dos fundos da Cozinha são abertos ao ar frio de fora. O frio é a fraqueza da Filha, e eles não irão segui-lo em áreas frias. Quando eles estiverem perseguindo, apenas corra imediatamente para a zona fria mais próxima. Eles desaparecerão e não voltarão por um bom tempo.

Agora você só tem que lidar com a própria Dimitrescu. Se ela estiver se arrastando, apenas fique fora do caminho dela.

# 7. Não lute quando puder correr!

Lady Dimitrescu não é a única ameaça constante no Castelo Dimitrescu. Suas filhas também aparecem. E então há os vampiros carniçais que aparecem em todos os lugares assim que você faz progresso suficiente. Essas criaturas aparecem indefinidamente e muito raramente oferecem recompensas que valem a pena a munição que você vai desperdiçar com elas. Se você não quer gastar dinheiro com munição, sugiro apenas passar por essas senhoras e ignorá-las. Eles geralmente aparecem no Pátio, onde existem muitos caminhos laterais que você pode usar para evitá-los. Vá em frente e derrube-os se eles estiverem ameaçando você, mas não se preocupe em limpar a sala.

Há um motivo para você querer ficar atento a encontros de luta ou fuga. O jogo sempre fornece munição quando você precisa, então se você realmente precisar lutar, você estará estocado. Se você pretende correr & # 8212, dê uma olhada rápida ao redor. Não há munição? Sem suprimentos? Sim, isso significa que é hora de começar a correr e / ou se esconder. Se você for esperto em fugir de encontros opcionais e enfrentar inimigos apenas quando for necessário, você economizará muito mais munição ... e muito mais bebidas saudáveis.

# 8. O que comprar primeiro do comerciante

O Mercador não vende apenas itens de cura e balas. Ele também vende atualizações permanentes incrivelmente úteis, como receitas. As receitas permitem que você crie itens aprimorados, como balas de espingarda, balas de rifle e minas explosivas. Recomendo comprar receitas o mais cedo possível. Eles não são muito caros, e a utilidade extra que você obtém ao criar itens vale absolutamente a pena. Você nunca precisa comprar munição do fornecedor, especialmente se puder apenas criar o tipo de munição que deseja por meio da fabricação.

Eu não recomendo comprar a Atualização de estoque até mais tarde no Castelo Dimitrescu. Você & # 8217 adquirirá a pistola, a espingarda e o rifle de franco-atirador à medida que explora & # 8212 com um pequeno rearranjo, você & # 8217 poderá carregar todos os três. Depois de obtê-los, você precisará da atualização do case o mais rápido possível. Economize 10.000 moedas completando as Caças ao Tesouro que você encontrar e compre quando estiver praticamente explodindo de itens. Até lá, você deve ter dinheiro suficiente para as atualizações de danos de pistola e espingarda de qualquer maneira! Pegue as receitas, as atualizações de dano e o espaço de inventário extra quando você puder. Não há caixa de armas para armazenar coisas, portanto, é sua única opção.


Como comer ceto da maneira certa, segundo um nutricionista

A dieta cetogênica ou ceto rapidamente se tornou um dos planos de dieta mais comentados que existe. Mas quando há tantas pessoas promovendo seus benefícios com entusiasmo - e igual número de críticos balançando a cabeça em desaprovação - separar os fatos da ficção pode se tornar um pouco opressor.

Para entender melhor os princípios básicos dessa dieta baixa em carboidratos, conversei com Angela Mavridis, nutricionista holística baseada em LA e fundadora da TRIBALÍ Foods.

Em primeiro lugar, o que é dieta cetogênica?

"A dieta cetogênica visa minimizar os carboidratos e aumentar as gorduras. O objetivo é fazer com que o corpo metabolize a gordura, em vez do açúcar", diz Mavridis.

“Embora o corpo e as necessidades de cada pessoa sejam ligeiramente diferentes, isso normalmente se traduz em - 60-75% de suas calorias de gordura, 15-30% de suas calorias de proteína e 5-10% de suas calorias de carboidratos”, explica ela.

Os alimentos mais amigáveis ​​ao ceto incluem vegetais com baixo teor de carboidratos (pense no pimentão, couve-flor, espinafre e abobrinha), ovos, queijo, carne e frutos do mar não processados ​​e alimentados com capim.

Por que você deve tentar esta dieta?

A dieta cetogênica foi introduzida na década de 1920 como tratamento para a epilepsia. Mas os benefícios dessa dieta baixa em carboidratos vão além do tratamento de convulsões. Promove a perda de peso, melhora a saúde cardiovascular e ajuda no combate à ansiedade e à depressão.

"O maior benefício de uma dieta Keto é a flexibilidade metabólica. Quando você é capaz de extrair energia da glicose e das cetonas que o corpo produz, você é metabolicamente flexível, o que tem benefícios que se estendem por todo o corpo. Pense mente, corpo e alma ", diz Mavridis.

Além disso, quando você elimina açúcar e alimentos ricos em carboidratos de sua dieta diária, "seu corpo é capaz de se curar e se desintoxicar da inflamação acumulada contra a qual está constantemente lutando". Isso significa menos névoa cerebral, melhor cognição e saúde cerebral. Consequentemente, a maior clareza mental torna mais fácil para você fazer escolhas alimentares inteligentes, acrescenta a nutricionista.

Além disso, seguir uma dieta Keto também reduz a inflamação. "A redução da inflamação pode ter uma miríade de benefícios, desde melhorar a pele até curar o intestino e tratar os sintomas de doenças como a doença do refluxo ácido", explica ela.

No entanto, você deve estabelecer as bases antes de entrar no movimento ceto. Isso significa "reduzir seus carboidratos para menos de 20 gramas por pelo menos duas a seis semanas para se tornar adaptado ao ceto. Depois de fazer isso, você

pode entrar e sair da cetose e colher os benefícios de não ser dependente da glicose ", diz Mavridis.

Os três o maior Erros que as pessoas na dieta Keto cometem (que você deve evitar totalmente):

    Carregando bombas de gordura e outros alimentos altamente concentrados de gordura para obter seus

proporções de macronutrientes em linha: "A gordura deve ser usada como um nutriente saciante. As pessoas não precisam necessariamente comer bombas de gordura e colocar gordura extra na comida ou no café apenas para torná-lo rico em gordura", diz Mavridis. Embora esta seja uma boa estratégia para quando você está fazendo a transição de uma dieta dependente de glicose para uma dieta rica em gordura, não é necessária uma vez que você esteja adaptado à gordura, acrescenta ela. É aqui que a alimentação intuitiva entra em jogo. Aprenda a prestar atenção às suas dicas de fome. “Se você está sentindo fome logo após uma refeição, então provavelmente você não tinha proteína ou gordura suficiente. Mas se você está cheio e saciado, não há razão para consumir quantidades excessivas de gordura”, explica o especialista em saúde.

Quem pode se beneficiar com este plano de dieta?

Pessoas com doenças de pele como acne, eczema, psoríase, rosácea e caspa podem se beneficiar desta dieta. Isso ocorre porque "eliminar açúcar e alimentos ricos em carboidratos de sua dieta ajuda seu corpo a se curar e a se desintoxicar da inflamação acumulada contra a qual está constantemente lutando", explica Mavridis.

Você também pode ser um ótimo candidato para a dieta Keto se sentir enxaquecas, dores nas articulações, fraqueza muscular ou fadiga mental. Além disso, "a dieta Keto pode ser benéfica para problemas de saúde mental como depressão, autismo e Alzheimer". Fora isso, “você também pode seguir esse plano de dieta se estiver tentando engravidar, pois melhora a fertilidade”, observa.

Quem deve evitar a dieta cetogênica?

Tal como acontece com outros planos alimentares, a dieta ceto não é adequada para ninguém. "Pode não ser apropriado para pessoas com problemas médicos, como diabetes ou doenças relacionadas aos rins, pâncreas ou fígado. Só deve ser feito sob estreita supervisão médica nessas situações", disse o nutricionista baseado em LA.

Além disso, "qualquer pessoa que considere a dieta cetogênica deve passar por um exame de saúde para descartar quaisquer condições que possam contradizer essa dieta", sugere ela.

Keto 101: Como fazer a transição para uma dieta Keto, do jeito certo

"Reprogramar seu corpo de queimador de açúcar para queimador de gordura pode levar de duas a seis semanas, dependendo de seu estado metabólico atual, seu dragão de açúcar e sua mentalidade", diz Mavridis.

Então, a menos que você já esteja comendo muito limpo ou Paleo, pode ser difícil para você entrar nessa nova forma de comer. É tudo uma questão de sua jornada individual para alcançar a saúde ideal e você precisa começar de onde você está.

"Minha sugestão é começar mudando sua mentalidade, em primeiro lugar em torno de três fatos muito importantes: esta não é apenas outra dieta, você não tem que viver com cetose para sempre e não vai se privar. Dito isso, se você está acostumado a comer alimentos açucarados altamente processados ​​e carboidratos refinados que você precisa para facilitar ", explica ela.

“O primeiro passo, em minha opinião, é eliminar o C.R.A.P. = carboidratos, açúcares refinados, alimentos artificiais, alimentos processados”, sugere Mavridis. Comece removendo açúcares refinados e carboidratos processados ​​(como pão, macarrão, bebidas açucaradas, barras energéticas, cereais, álcool, doces, etc.).

Isso não significa que você nunca poderá comer algumas de suas comidas favoritas novamente. Depois de passar da fase de adaptação e ter testado que está em cetose, você pode começar a experimentar as versões Keto dos alimentos dos quais não quer desistir. Aqui estão algumas receitas simples de Keto para começar. Se você está procurando opções prontas para comer e amigáveis ​​ao ceto, confira Country Archer Meat Sticks, Cuvee Coffee e manteigas de nozes FBOMB.

A outra coisa crucial a se considerar quando você está iniciando uma dieta cetônica é testar suas cetonas no sangue e monitorar a ingestão de carboidratos. Sem ele, você nunca saberá realmente se atingiu a adaptação Keto.

Observe que a fase de adaptação pode ser a mais difícil e "geralmente lembra como você comia antes - pode causar dores de cabeça, fadiga e desmaios para alguns", ressalta Mavridis. Portanto, não se esqueça de ir devagar e com calma.

Quatro dicas rápidas da dieta Keto para obter melhores resultados:

Se você já está seguindo a dieta Keto e está tendo sucesso nutricionalmente, emocionalmente e cognitivamente, continue fazendo o que está fazendo, sugere Mavridis. Se, por outro lado, você não está se sentindo bem, talvez seja hora de reavaliar.

  • Entre e saia da cetose. Evite os erros comuns mencionados anteriormente e tente entrar e sair do ciclo da cetose - para dar ao seu corpo uma pausa e treiná-lo para ser flexível quanto às fontes de combustível que queima.
  • Ouça seu corpo. Algumas pessoas incorporam laticínios em sua jornada Keto e outras não. Seu corpo enviará sinais sobre como ele reage a certos alimentos. Cabe a você ouvir e personalizar a dieta de acordo.
  • Atualize a qualidade dos nutrientes o melhor que puder. “Consumir produtos orgânicos, carnes alimentadas com pasto e criadas no pasto e frutos do mar pescados na natureza, além de gorduras antiinflamatórias saudáveis. E elimine os óleos vegetais e de sementes”, diz o especialista em nutrição.
  • Mude seus hábitos de vida. Lembre-se de que, para obter o máximo de benefícios, é importante seguir seu plano alimentar e siga um estilo de vida saudável. Isso inclui exercícios regulares, manter-se hidratado, dormir o suficiente e eliminar toxinas e fatores de estresse adicionais.

E, por último, lembre-se de que a "dieta ceto é um plano alimentar um tanto limitante e difícil de sustentar a longo prazo", então você não precisa segui-la depois de atingir seus objetivos de peso ou condicionamento físico desejados, a menos que tenha uma inscrição médica ", Mavridis sugere.


Sete maneiras de lutar contra o resfriado e a temporada de gripe # 038

Está se tornando rapidamente aquela época do ano em que as folhas mudam, a temperatura cai e os dias não são tão longos. Para alguns de nós, também pode ser o momento em que temos um pouco de cócegas na garganta, um nariz entupido que não conseguimos sacudir ou apenas a sensação de estar um pouco deteriorado.

Conforme as estações mudam, pode ser difícil para nosso corpo se adaptar e muito mais fácil ficarmos doentes. É por isso que é importante saber como apoiar o seu sistema imunológico (a defesa do corpo contra doenças e infecções).

Os meses de outono e inverno são lindos, mas também podem ser muito ocupados e, se você for como eu, simplesmente não tem tempo para ficar doente! A boa notícia é que existem muitas maneiras naturais de apoiar o corpo durante a temporada de gripes e resfriados, para que possamos aproveitar as próximas férias com facilidade!

1. Vitamina C

Talvez a vitamina mais conhecida para os vírus do resfriado e da gripe, a vitamina C é um super-herói nesta época do ano! Ao apoiar diretamente o sistema imunológico com suas poderosas propriedades antiinflamatórias e antioxidantes, a vitamina C ajuda a prevenir que adoeçamos e pode ajudar a minimizar os sintomas se o fizermos. Embora a vitamina C possa ser tomada como suplemento, muitos de nossos alimentos integrais favoritos estão repletos dela! Mime-se com algumas frutas frescas como laranjas e toranjas ou alguns vegetais nutritivos como brócolis e couve. Seu corpo irá te agradecer!

2. Manuka Honey

Com suas propriedades anti-sépticas e antimicrobianas naturais, o mel é um dos mais antigos antibióticos conhecidos! O mel de Manuka tem o benefício adicional de conter as propriedades de eliminação de bactérias mais poderosas de todo o mel. O mel de Manuka é produzido por abelhas que polinizam as flores de Manuka, que têm sido usadas na medicina tradicional à base de ervas ao longo da história para remediar congestão, problemas respiratórios e resfriados. O mel de Manuka fornece aquela dose dupla de mel e flor de Manuka para nos manter sentindo o nosso melhor nesta temporada de gripes e resfriados.

3. Zinco

Um mineral um pouco menos conhecido que combate o resfriado e a gripe é o zinco! O zinco prova repetidamente que é eficaz na redução da duração de resfriados e gripes, bem como na melhora dos sintomas. O zinco apoia todo o nosso sistema imunológico e ajuda a combater infecções bacterianas e virais. As fontes de zinco incluem carnes alimentadas com pasto, crustáceos, nozes e sementes e leguminosas.

4. Alimentos fermentados

Você sabia que sua saúde intestinal está diretamente relacionada ao seu sistema imunológico !? Os alimentos fermentados são geralmente mais fáceis de digerir, o que tira o fardo do nosso trato digestivo e nos fornecem bactérias benéficas chamadas probióticos. Os probióticos nos ajudam a modular a inflamação e diminuir os sintomas quando estamos doentes. Alguns probióticos até mesmo demonstraram ajudar a combater os vírus! Alguns favoritos de alimentos fermentados de todos os tempos incluem chucrute, kimchi, tempeh e iogurte sem açúcar.

5. Caldo de osso

Uma das minhas comidas favoritas de todos os tempos para comer quando estou doente é caldo de osso. Não é apenas aquecedor e reconfortante, mas é fácil para o trato digestivo e repleto de nutrientes curativos. Quando estamos doentes, o corpo sofre uma deficiência de nutrientes porque está alocando outros recursos para ajudar a combater a infecção. O caldo ósseo nos ajuda a restaurar esses nutrientes, permitindo uma recuperação mais rápida! Caldo de ossos quente também é uma boa maneira de acalmar a garganta e aliviar algum desconforto interno que vem junto com resfriados e gripes. Além de vitaminas e minerais, o caldo de osso é uma ótima maneira de obter nossa proteína quando não estamos nos sentindo bem. Outro componente importante do caldo ósseo é o colágeno, uma proteína responsável por garantir que nossas células se reparem dos danos e que nosso intestino absorva nutrientes. O colágeno também desempenha um papel no controle da inflamação e ajuda a aliviar dores no corpo!

6. Vegetais e folhas verdes

Como você deve ter notado, há uma tendência aqui, obtenha mais nutrientes! Quando estamos doentes, o corpo se esforça para nos curar novamente e uma das melhores maneiras de apoiá-lo é com alimentos integrais. Os vegetais são uma grande fonte de vitaminas e minerais de que necessitamos durante este período. Cozinhe levemente os vegetais ou adicione-os a uma sopa para um aumento suave de nutrientes. Experimente esta sopa vegetal nutritiva e restauradora e, para adicionar proteína e colágeno, use caldo de osso como base!

7. Água Limão

Embora seja uma das ferramentas de cura mais subestimadas que temos, a água é tão importante para chutar o enjôo para o meio-fio! O corpo usa água para cada processo metabólico e, quando estamos doentes, ocorre uma grande quantidade de água para a qual precisamos! Água com limão tem o benefício adicional de antioxidantes, eletrólitos naturais, poderosas propriedades desintoxicantes e suporte para o fígado. Sempre que estamos doentes, o fígado é afetado, portanto, apoiá-lo por meio de hidratação e antioxidantes é muito importante! Outro uso para a água com limão quando estamos doentes é gargarejar com limão e água quente. A água quente com limão ajuda a aliviar dores de garganta, reduzindo a inflamação, enquanto o sal ajuda a eliminar as bactérias nocivas.

Dica bônus!

Passe algum tempo controlando o estresse. O sistema imunológico não diferencia entre estresse físico e emocional e a exposição prolongada aos hormônios do estresse enfraquece nosso sistema imunológico. Quando o sistema imunológico está enfraquecido, temos muito mais probabilidade de adoecer e ter muito mais dificuldade para nos recuperar. Mesmo durante os horários de pico, lembre-se da importância de desacelerar e relaxar. Experimente uma aula de ioga ou dê um passeio ao ar livre, passe um tempo com seus entes queridos ou algum tempo muito necessário a sós! O que quer que o ajude a relaxar, dedique algum tempo a isso, seu sistema imunológico vai agradecer.

Boa sorte com a temporada de resfriados e gripes! Nada é pior do que um resfriado ou gripe mal cronometrado, mas com essas dicas, tenho certeza de que você os combaterá com rapidez e facilidade. Lembre-se de nutrientes, nutrientes, nutrientes e um pouco de relaxamento, seu sistema imunológico cuidará do resto!


6 maneiras de ajudar outras pessoas durante a crise do Coronavirus

Incluindo ideias que não exijam sair de casa.

Como COVID-19 continua a se espalhar pelo país e pelo mundo, muitos de nós estamos sentindo um pouco de estresse e uma sensação de impotência em relação à situação. Mas um dos meus mecanismos de enfrentamento favoritos & # x2014você sabe, além do cozimento do estresse & # x2014, é lembrar que ainda há maneiras de ajudarmos uns aos outros nestes tempos de incerteza. Como já sabemos, a melhor maneira de ajudar a desacelerar a propagação do vírus & # xA0ou & quotfinar a curva & quot & # xA0é ficar em casa e praticar o distanciamento social & # xA0 tanto quanto possível. Embora possa não ser como sentar em nossos sofás, lavar as mãos e desinfetar tudo à vista & # xA0é um ato heróico, é a melhor maneira de proteger a nós mesmos e aos que estão mais vulneráveis ​​em nossas comunidades no momento.

Procurando outra maneira de ajudar? Verifique as sete & # xA0idéias abaixo, a maioria das quais não exige que você saia de casa.

Enquanto você está estocando macarrão, vegetais congelados e rolos intermináveis ​​de papel higiênico, considere aqueles que não podem comprar muitos mantimentos de uma vez ou que são fisicamente incapazes de ir à loja. Agora é um ótimo momento para doar suprimentos ou dinheiro para despensas de alimentos. Felizmente, muitas organizações grandes, como a Feeding America, na verdade preferem doações em dinheiro, que podem ser feitas online ou por telefone, para que você possa contribuir para a causa sem sair de casa.

Se você preferir doar para o banco de alimentos local, ligue para eles primeiro (ou verifique o site deles) para ver se é melhor doar dinheiro ou suprimentos. Quando liguei para a despensa de alimentos do meu bairro, fiquei surpreso que eles pediram itens em vez de dinheiro, mas isso pode ajudar organizações menores a pular a etapa de compras de suprimentos. Também é uma boa ideia perguntar se há algo específico, como papel higiênico ou material de limpeza, que eles possam precisar agora.

Considere fazer uma doação para a Meals on Wheels, que entrega refeições quentes e congeladas para idosos em todo o país. Algumas áreas também podem precisar de mais voluntários para ajudar a entregar as refeições, então, se você estiver interessado, fale com o seu programa local.


7 maneiras de sobreviver e prosperar em uma startup

Como um dos 20 funcionários originais do TheLadders, eu sei em primeira mão como um trabalho em uma startup pode ser recompensador e desafiador, especialmente quando você é novo no mercado de trabalho. Jogue suas cartas da maneira certa e você aprenderá mais em um ano do que seus amigos aprenderão em cinco ou mais trabalhando em organizações maiores e mais tradicionais.

A mídia gosta de sensacionalizar as vantagens e a diversão de trabalhar em uma startup, mas a vida de uma startup não é um dia de praia. Você descobrirá que a maioria opera com uma mentalidade de & quot trabalhe duro, divirta-se arduamente & quot. Embora você desfrute de muitos happy hours e torneios de pingue-pongue, você também achará o trabalho extremamente exigente - provavelmente, muito mais do que qualquer coisa que você tenha experimentado anteriormente.

Aqui estão sete dicas que aprendi ao longo dos anos para ajudá-lo não apenas a sobreviver, mas a prosperar em uma startup:

1. Abrace a missão.
Os empreendedores mais bem-sucedidos são incrivelmente apaixonados por seu trabalho. É o fogo em seus estômagos que os leva ao sucesso. Da mesma forma, se você vai se comprometer a trabalhar em uma startup, precisa acreditar em sua missão. Procure organizações que estejam fazendo algo no qual você esteja interessado. Você não terá sucesso em um negócio se não estiver genuinamente entusiasmado com o trabalho.

2. Reconheça as longas horas - e aceite-as.
Se você pretende se dar bem no mundo das startups, primeiro precisa reconhecer que as horas serão longas. O segundo passo é aceitar esse fato. No início, não era incomum que minha equipe trabalhasse mais de 12 horas por dia ou viesse no fim de semana para cumprir nossas metas. Em uma startup, sempre há mais trabalho a ser feito e não há pessoas suficientes para assumi-lo. Você não está perambulando pelo escritório por causa do tempo presencial - há trabalho a ser feito. Aceite esse fato e você já estará em melhor forma.

3. Estabeleça expectativas com seus entes queridos.
Nem todos em seu círculo de amigos compreenderão ou apreciarão o compromisso que uma startup exige. É muito importante definir expectativas com seus entes queridos. Nada é pior do que receber uma ligação de sua família às 17h30. para perguntar como foi seu dia quando sua jornada de trabalho está longe de terminar. Para evitar essas frustrações, estabeleça expectativas desde o início, como quando as pessoas podem entrar em contato com você e por meio de quais formas de comunicação.

4. Tome iniciativa.
No meu primeiro dia, recebi meu computador em sua caixa e um pequeno pacote contendo instruções básicas para usar os sistemas da empresa e lidar com as consultas de atendimento ao cliente. Naquele dia, aprendi duas coisas: 1) Como configurar sozinho um computador desktop e 2) que, se quisesse fazer isso nesta empresa, precisaria tomar a iniciativa. Não espere que sua empresa já tenha tudo planejado; muitas vezes, uma startup ainda está estabelecendo suas diretrizes e formalizando seus negócios. Essa é uma das razões pelas quais o trabalho é emocionante e assustador. Em vez de fugir, abrace o caos e desempenhe um papel ativo na formação do negócio.

5. Preencha os espaços em branco.
Na área de inicialização, as prioridades e os projetos podem mudar da noite para o dia. Comunique-se abertamente e com frequência para evitar confusão. Verifique regularmente com sua equipe para garantir que todos estejam na mesma página e trabalhando para o mesmo objetivo. Se você não tiver certeza se uma determinada tarefa está sendo cumprida, fale! Não presuma que outra pessoa está trabalhando nisso. É melhor comunicar-se em excesso do que deixar algo importante escapar pelas rachaduras.

6. Esforce-se para ter equilíbrio.
Não vou mentir e dizer que é fácil encontrar o equilíbrio certo entre trabalho e lazer, mas graças à tecnologia móvel, é mais fácil do que nunca. Identifique o que é mais importante para você e procure maneiras criativas de reservar tempo para essas prioridades. Por exemplo, descubra se você pode trabalhar de casa em certas noites para jantar com seus entes queridos e ainda fazer a parada às 20h. chamada em conferência com seus colegas. Como alternativa, aproveite as vantagens de aplicativos móveis como o FaceTime, que permitem que você permaneça conectado à sua família enquanto passa muitas horas no escritório.

7. Saiba quando fazer uma pausa.
O trabalho pode ser estressante às vezes. É por isso que é importante saber quando se afastar do laptop para que você possa voltar com um novo par de olhos. Encontre uma saída para o seu estresse, seja bater em uma bateria, meditar por dez minutos no fundo do escritório ou jogar dardos com um colega. Recarregue as baterias e volte pronto para enfrentar o mais recente desafio de frente com uma nova perspectiva.

Leve essas dicas a sério e você estará preparado para enfrentar o trabalho árduo envolvido em uma startup & ndash e colher os benefícios da experiência enriquecedora.


Quando a vida lhe entrega pedras nos rins.

E como diz o ditado, "faça limonada." É importante considerar os remédios dietéticos junto com os medicamentos prescritos.

Next time you drive past a lemonade stand, consider your kidneys. Chronic kidney stones are often treated with an alkali (less acidic) citrate, such as potassium citrate to help prevent certain stones, if urine citrate is low and urine pH levels are too low (or too acidic). Citrus juices do contain citrate (citric acid), but large amounts might be needed. Also, be careful of sugar. Lemon juice concentrate (4 oz per day) mixed with water can be considered. Alkali citrate can be prescribed and is available over-the-counter. Alkali citrate can be given with a mineral(s), such as sodium, potassium or magnesium to help prevent stone formation. The aim is to increase urine citrate (for prevention of calcium stones) and increase urine pH (or make urine less acidic or more alkaline, for prevention of uric acid and cystine stones). The goal is to keep pH in balance. Speak with a doctor or other healthcare professional about which treatment options are right for you, including over-the-counter products and home remedies. People with kidney disease may need to watch their intake of sodium, potassium or other minerals, depending on the stage of kidney disease or other factors.


1. Satchels for Survival

Imagem

The power grid has collapsed. Supermarkets are looted. With the city teetering on the brink of collapse, the first thing you want to reach for — after the Xanax — is a well-stocked “bug out” bag.

These suddenly chic survival satchels, also known as go bags, are typically lightweight military-grade backpacks stocked with provisions for at least 72 hours. Ready-made bug-out bags containing staples like water purification tablets, a 20-hour body warmer and a multifunction shovel are available on Amazon for under $200.

Hard-core preppers, however, would never leave their survival up to a mouse click, which is why some sites suggest endless creative tweaks to the standard equipment. Graywolf Survival recommends a chain-saw blade stashed in an Altoids tin to harvest firewood. Survival Life touts feminine hygiene products, even for men, to soak up blood from wounds.

“As long as the gear gets the job done, that’s what matters,” said Andrew Pontius, a marketing consultant and disaster preparedness instructor in Kansas City, Mo., who helps run a site called Bug Out Bag Academy.


Interações do leitor

Comentários

you might not be a great cook however you are a Great Home Economist, I love you . Daddy

MY NAME IS DEANNA AND I WAS JUST GUESSING DO YOU LIVE IN THE EAST COAST? THE REASON I ASKED IS I LIVED IN UPSTATE NY AND SHOPPED AT ALDI TOO. I WAS ABLE TO SAVE MONEY AT THAT STORE AND I LOVED IT THERE- I LOVED HOW YOU DID ALL THIS-THAT’S A LOT OF PEOPLE TO FEED AND THIS IS SO VERY HELPFUL-I JUST WISH I COULD HAVE AFFORDED THE INTERNET AT THE TIME. I WOULD HAVE LOVED THIS THEN. WE JUST RECENTLY MOVED TO THE VERY BEAUTIFUL SUNNY STATE OF ARIZONA- WE WERE FORTUNATE ENOUGH TO GET A VERY GOOD DEAL ON A BEAUTIFUL HOME -WE LIVED IN AN APARTMENT THERE FOR 12 YEARS. WE MOVED FROM HERE 12 YEARS AGO THINKING NY WAS GOING TO BE OUR IN OUR FUTURE WHEN WE MET WE FELL IN LOVE AND I MOVED TO NY WHERE HE WAS FROM AND WE TALKED ABOUT STARTING A FAMILY AND WANTED A LITTLE GIRL AND THAT’S WHAT WE WERE BLESSED WITH- SO LONG STORY SHORT WE LOVED NY, BUT LIKE I SAID WE SAVED AND WAS ABLE TO COME BACK TO AZ SO THAT’S WHAT WE WERE ABLE TO GET A LITTLE BIT OF SOMETHING WE ALL WANTED A 2 STORY VAULTED CEILING ,POOL ,WITH YARD AND WE SO LOVE IT HERE. SO ANYWAYS HERE WE HAVE FOUND OUT HOW TO ALSO DO THIS, I DON’T KNOW IF YOU HAVE ANY FOOD CITY’S IN YOUR AREA BUT YOU WOULD BRING THAT AMOUNT OF YOUR DOWN EVEN MORE IF YOU DID. ALL YOUR PRODUCE IS VERY CHEAP 3 POUNDS OF BANANAS FOR 1.00, 3POUNDS OF CARROTS 1.00- 3POUNDS- 5 POUNDS-1.00 OR EVEN LESS AT TIMES THEY HAVE A 10 POUND BAG .26 CENTS- YOU CAN ALSO BUY RICE 3 POUNDS FOR 1.00 AND NO IT’S NOT A DOLLAR STORE BUT MOST OF THE PRODUCE IS VERY CHEAP- 4OR5 CUCUMBERS FOR 99 CENTS- YOU CAN ALSO GO ON CERTAIN DAYS AND GET 2 WHOLE CHICKEN FOR 60 CENTS A POUND. CHICKEN LEG MEAT FOR 34 CENTS A POUND. SO THIS IS WHERE WE GET THAT-THEN WE SAVED AND INVESTED $100.00 IN SAM’S CLUB MEMBERSHIP AND FOR EVERY 500.00 YOU SPEND YOU GET 10.00 IN CASH BACK TO SAVE OR TO SPEND WHEN YOU NEED IT- WE HAVE OUR DAUGHTER PICK HER SNACKS FOR THE MONTH AND WE BUY THEM IN BULK BECAUSE SHE EATS ABOUT 10 TIMES A DAY WITH MEALS AND SNACKS AND SHE IS VERY ATHLETIC AND BURNS IT FAST- SO WITH THE FISH THEY HAVE LIKE SALMON OMG THE SLAB OF SALMON THEY HAVE FOR 12.00-14.00 YOU CAN CUT AND MAKE 4 MEALS FOR US – YOU I AM NOT SURE-BUT WE ARE ABLE TO MAKE IT THREW THE MONTH THIS WAY. AS WELL AS WE BUY ALL THE HOUSEHOLD PRODUCTS THERE SO THAT CUTS DOWN THE MONTHLY SPENDING IN THOSE ITEMS -SO WE CAN BUY THE MEAT THAT IS BIGGER AND COST MORE AND THE START INPLEMENTING THE HEALTHY FOODS- WE AS WELL ARE ABLE TO SOON BUY THE NINJA JUICER THERE WHICH WILL HELP US PUT ALL THE HEALTHY STUFF IN THAT FROM KALE-TO SEEDS AND SPIN AND SRIN AND DRINK AND HAVE ALL THE HEALTHY THINGS THE BODY NEEDS TO LIVE A LONG LIFE-FRY’S HAS THERE OWN PACKAGING OF MEATS AND THEY ARE A MUCH BETTER QUALITY THAN WALMART WITH THERE MEATS COMING PRE PACKAGED WHICH IS NOT A GOOD DEAL.THERE’S NO SALE THERE. FRY’S MEATS ARE DEEP COLOR OF MEAT THEY NEED TO BE. THIS HAS SAVED ME HUGE AMOUNT OF MONEY AND THE FOOD LASTS ALL MONTH NOW AND WE DON’T NEED TO GO TO ANY FOOD PANTRIES ANYMORE. THERE IS PLENTY OF FOOD LEFT OVER IN THE FREEZER AND FRIDGE AND PANTRY- WE BUILD ON ALL OUR SPICES,ALL THE HEALTHY STUFF LIKE THE BASICS -SPICE-BEANS,RICE WHOLE WHEAT,FISH, FRESH VEGGIES AND WHEN THE FRUIT IS NOT ON SALE WE BUY THE BIG FROZEN FRUIT MIXES. BUT FOOD CITY ALWAYS HAS APPLES,PINEAPPLE ON SALE.SO MAYBE THIS CAN HELP YOU IF YOU HAVE ANY OF THESE STORES AND IT WILL HELP YOU AS WELL CUT DOWN EVEN MORE ON YOU 300.00 A MONTH IT DID ME.SO I JUST WANTED TO SHARE WITH YOU- I HOPE YOU ARE WELL AND THE KIDS ARE DOING WONDERFUL-STAY WARM.. DD

Well, I am a Home Economist, with a degree from UT. ( Now they call it Human Ecology… I love that don’t you? ) I cannot tell you how impressed I am with your planning and execution skills. Your dealing with life as it comes at you amazes me. While in college, a hundred years ago, I had to live in a ‘home management house’ for one semester and had to take on the duties of a homemaker… making meal plans for 8 that had to come within 50 cents either way of my budgeted meal plan. I only had to do this for a few weeks out of one semester, and it was not at all easy. My hat is definitely off to you!

I just wanted to tell you how much I really enjoyed stumbling upon you during one of my Pinterest momments (You know, you stare at your phone for an hour ignoring the loud crashing sounds and screaming of the kids?)
Anyway, I just love how real your breakdown is and that you showed a menu based on WIC included. It’s very comforting to find a real life budget. I’ve spent quite a bit of time trying to find budgets that make sense for our family and they all seem unrealistic.
I have 4 children myself (6,2,1 and a month old) My husband works nights and I work days so we avoid the years worth of pay and sacrifice to the gods it takes to pay for childcare.
I have to go back to work FT shortly due to unfortunate unseen circumstances with part of my husbands income Finding real life ways to budget are very refreshing.

This is so brilliant and I’m going to try to emulate this with our slightly smaller family…


7 Survival Foods The Pioneers Ate That You Wouldn’t Recognize

Food has long been a focus of society. While our modern way of life includes regular trips to the grocery store, where there is more variety than we know what to do with, our ancestors didn’t have it quite that easy. We are literally only a few generations away from a time in which people hoarded their food, both on the westward trail and in their root cellars, just to make sure they would make it through winter.

Other than the last century or so, the need to stockpile food has been the main effort of people the world over. With harvest times coming only once a year, the size of the harvest and how well it was preserved determined whether the next year would be one of lack or plenty. When drought occurred, it would be a serious enough event to destroy villages, major cities and even entire cultures.

Going west, a Conestoga wagon or a converted farm wagon made into a prairie schooner was mostly filled with food, as well as other necessities. While some families started out with expensive furniture in their wagons, that was soon left by the wayside, lightening the load, so they could keep their all-important food. A typical load of food would consist of the following for each adult in the family. Similar provisions for children would be brought along, with the quantities adjusted for their size.

  • 200 pounds of flour (could be any type of flour, not just wheat flour)
  • 30 pounds of pilot bread (otherwise known as hardtack)
  • 2 pounds of saleratus (baking soda)
  • 10 pounds of salt
  • Half a bushel of corn meal
  • Half a bushel of parched and ground corn
  • 25 pounds of sugar
  • 10 pounds of rice
  • 75 pounds of bacon
  • 5 pounds of coffee
  • 2 pounds of tea
  • Half a bushel of dried beans
  • 1 bushel of dried fruit
  • A small keg of vinegar

Once leaving Independence, Missouri, there would be little chance of resupply. That food would have to last them, augmented by whatever they could hunt and any berries they could find. While there were a few military posts with Sutler’s stores (general stores that provided the military), they were few and far between.

So, what did our ancestors do with this and what did they really eat? Well, a lot of it would seem rather normal to us, but there was also a lot that was not normal. Some things that we wouldn’t even recognize. However, it all had one thing in common: Food that the pioneers ate had to be non-perishable, as they had no way of refrigerating it.

1. Buffalo, bear, cougar and squirrel

One of the easiest ways for pioneers to restock or stretch their food supplies was to hunt. Hunting provided them with fresh meat, something they had no chance of bringing with them. But that meant they ate whatever they could find. Crossing the Great Plains, buffalo were common, so they were eaten. When they got into the mountains of Colorado, Wyoming and points west, the buffalo were replaced by bear, cougar and deer. They would even eat squirrels, if they couldn’t find anything else.

Jim Bridger, the mountain man, claimed that cougar meat was the best there was. While cougars weren’t anywhere near as common as deer, when one came along, it was often eat or be eaten. You’d better be quick with your rifle, or you just might end up as dinner.

Shooting a squirrel was difficult, as the size of the bullet would destroy much of the usable meat. They didn’t have .22 caliber rifles back then. So instead of shooting the squirrel, they’d “bark it” by shooting the bark of the tree, just beneath it. This would knock the squirrel off the tree, unconscious, saving the meat.

2. The insides of the animals, too

They couldn’t afford to let anything go to waste. So, it wasn’t unusual for pioneers to eat parts of the animal which we would turn our noses up at. Brain, heart, tongue, liver and even intestines were eaten, often cut up and put in something.

This practice is still common in much of the world today. While we don’t eat much other than the muscles of the animals, in Mexico they eat the tongue, cheek meat, heart, liver, intestines and stomach. Some of these are used for special recipes, which are considered near delicacies by the Mexicans.

3. Frying pan bread

Baking bread on the trail was nearly impossible, so instead, they made frying pan bread. This was basically biscuits, cooked in a frying pan, rather than in an oven. Biscuits and bacon were one of the staples of the trail.

While you might think that breads are breads, breads were much different back then. You might not recognize them for what they were. First of all, most flour was whole grain, not our white pastry flour. While white flour did exist, it wasn’t common, except in the larger cities.

They also didn’t have the same types of leaven that we have today. Most women “made” their own yeast, by leaving a container of “sourdough starter” open for bacteria to invade it. This would then be saved, allowing them to make bread every day.

But these breads were much heavier and heartier than the breads we know today. A loaf of bread on the frontier probably weighed two to three pounds, even though it was smaller than our common one pound loaf. But that bread stuck with you longer, providing more nutrition and calories than our modern breads do.

4. Salt pork

While bacon was the most common preserved meat they’d eat, those in the military usually had to make do with salt pork. This is much like bacon, but without as much meat. Essentially, a piece of salt pork is a chunk of fat, with a little pork meat running through it. Soldiers would be issued salt pork as their version of combat rations, whenever they were on the move. They’d slice it and fry it, eating it with pan bread.

5. Yucca root

The root of the yucca plant is something like a potato. As the southwest was settled, this became a staple for many of the people, as the land was already littered with yucca plants. Tougher than our potato, and more fibrous, it was nevertheless a good source of carbohydrates. Cut up and boiled in water, it would soften up and make a great filler for soups and stews.

6. Pine nuts

The pine cone we know so well really isn’t the seed of the pine tree, but rather the husk for that seed. Hidden deep within its many scales are pine nuts, which are the seeds. These can be removed by simply banging the pine cone upside-down on a hard surface.

Pine nuts can be eaten raw, or toasted, much like many other nuts. They have a distinct, but pleasant flavor. Like many nuts, they are an excellent source of fats, which they needed. Little of what they ate had much in the way of fats in it. Wild animals don’t grow anywhere near the amount of fat that our domesticated animals do, and they couldn’t go to the store for a bottle of cooking oil.

7. Acorn bread

Acorns, the seeds of the oak tree, are plentiful in some parts of the country. A seed, they are much like many other nuts. Gathered, they can be roasted to dry them and then ground, making flour out of it. Like the flour of any other grain, this can then be turned into bread. For some pioneers who didn’t have access to resupplies of wheat flour, acorn bread and cornbread were the only breads they had available.

What would you add to our list? Share your knowledge in the section below:


Assista o vídeo: 10 Maneiras de Sobreviver a Um Ataque de Animal Selvagem (Outubro 2021).